voltar

NOTÍCIAS & ARTIGOS

Estratégia dos Memes

Estratégia dos Memes

Estratégia dos Memes

JUL | 2021

Estratégia dos Memes

Por Tábata Madeira França, Community Manager Sênior


Você com certeza já foi atingido por algum meme ou vídeo viral, seja aqueles com imagens estáticas do homem olhando para outra mulher, até os mais tradicionais como os vídeos com os pôneis malditos. A existência do meme vem desde 1976, quando o escritor inglês e biólogo Richard Dawkins definiu como meme algo que é repetidamente imitado como um corte de cabelo, frases de efeito e até passos de danças. Isso porque a palavra Meme vem do grego “Mimeme” que significa imitação.


Se antigamente os memes eram conhecidos apenas por pessoas que frequentavam as redes sociais, hoje qualquer pessoa sabe a origem e o significado do que é meme.


Por ser algo que hoje está presente nas mídias digitais, ou seja, representa a manifestação de hábitos culturais de segmentos da sociedade, cada vez mais questiona-se como as empresas podem fazer uso destas tendências em suas comunicações.


Para auxiliar, vamos apresentar 4 perguntas que você deve se fazer antes de “entrar na vibe dos memes”.


Você sabe o momento certo de utilizar esse meme?


Primeiro, é necessário saber que o meme é uma tendência, ou seja, o assunto é extremamente comentado no on-line e no off-line. Posteriormente, identifique se o meme em questão faz sentido para sua empresa, com seu tom de voz, conteúdo, e brand persona. Por fim, seja rápido. A velocidade que aparece um viral é a mesma que se esquece. Você pode até resgatar um meme antigo, mas será que fará o mesmo efeito que a publicação feita na época que ocorreu o viral?


Como posso usar o meme a meu favor?


Analise se dentro da sua organização existe algum tópico que você possa explorar de forma mais informal, uma vez que os memes são feitos para ser algo simples e de fácil entendimento. Caso a resposta seja positiva, verifique a forma que as redes sociais se comportam com esse meme. Exemplo: devido a um tweet questionando o que a geração “alpha” achava das gerações anteriores, a palavra “cringe” obteve um pico de buscas no Google na última semana de junho. Alguns influenciadores aproveitaram esse hype (moda) e criaram vídeos de sucesso expondo suas opiniões: Eu sou jovem, Cringe e Em qual eu me encaixo?


Minha empresa nunca utilizou meme como ferramenta, como posso incluir esse tipo de publicação em minha estratégia?


Como dito acima, o meme vem na mesma velocidade em que é esquecido. Logo, você deve ter alguém em sua equipe que possa analisar a forma que as pessoas estão se comportando nas redes sociais. Quando falamos redes sociais são todas: Twitter, Instagram, Tik Tok, Facebook, Kwai, YouTube e redes de streaming. Devido à alta demanda de informações, um colaborador que fique de olho nas tendências digitais pode te auxiliar na implementação dessa estratégia. Mas lembre-se: não deve ser algo forçado.


Qual é o retorno que um meme pode trazer à minha empresa?


Com essa estratégia, você consegue alcançar um público maior, mostrando que a sua empresa está conectada com o que as pessoas comentam em seu dia a dia.


Após entender todos esses pontos, podemos dizer que o meme irá permitir que você atinja públicos mais jovens, de forma rápida e sucinta uma vez que a mensagem será entendida quase que instantaneamente.

A equipe REPENSE assina e se inspira diariamente na Stylus, plataforma global de tendências. Fiquem livres para sugerir.

Inspire-se e repense com a gente.

Receba os nossos artigos, novidades
e campanhas no seu e-mail e celular.

Enviado! E-mail cadastrado com sucesso!

Erro! Cadastro não realizado, tente novamente mais tarde.

RIO DE JANEIRO

Waze

R. Visconde de Piraja, 495, 11º andar Ipanema - 22410-002 - Rio de Janeiro - RJ
+55 21 2540 6020

Entre em contato com a gente

De acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, este site utiliza cookies e dados pessoais para aprimorar a sua navegação. Ao continuar, você declara estar ciente dessas condições.